27 de maio de 2014

ARTICULAÇÃO DO SEMIÁRIDO PARAIBANO (ASA PB) PARTICIPA DE EVENTO DO INSA


Com o objetivo de Promover uma discussão ampliada sobre a busca de sustentabilidade de modos de vida no  semiárido brasileiro, considerando experiências vivenciadas de cuidado e solidariedade na região, A União Europeia com o apoio do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Concern Universal e Cunhã Coletivo Feminista, além de outras organizações,  realizará um seminário com  o tema ‘ Na busca da sustentabilidade de modos de vida no semiárido brasileiro’  Intercâmbio de experiências de cuidado e solidariedade.
O  evento acontecerá nesta quarta e quinta (28 e 29) respectivamente, no auditório do INSA. Na sexta-feira (30) ainda será realizada a oficina“Elaboração de relatórios e sistematização” para as organizações convidadas que tem projetos com a União Europeia.
A abertura será realizada às 9h (amanhã), com uma mesa de boas-vindas, onde estarão representadas as organizações promotoras do evento, apresentando a finalidade do seminário e metodologia para o intercâmbio das experiências que estão sendo co financiadas pela união européia e também  outras experiências vivenciadas no semiárido brasileiro, a exemplo das ações desenvolvidas pela Articulação do Semiárido Paraibano (ASA PB).
Articulação do Semiárido Paraibano (ASA-PB) participará do evento e  apresentará experiências de convivência com o semiárido. No primeiro dia, (28), serão partilhadas  quatro experiências, Rede água: Manejo sustentável dos recursos hídricos focando as estratégias de estocagem de água e nossa interação com as políticas publicas com os programas Um milhão de cisternas (P1MC) e Uma Terra e Duas Águas (P1+2); Rede Sementes e ação da ASA-PB na luta pela preservação e  o resgate das sementes nativas, mais conhecidas na Paraíba como Sementes da Paixão; Fundos Rotativos Solidários: Estratégia presente em diversas comunidades do Semiárido paraibano que vem contribuindo para autonomia de diversas famílias e Criação animal - estratégia de armazenamento de  alimentação para criação animal com foco na valorização das plantas forrageiras e nativas da caatinga. 
Já no dia 29, ocorrerá na parte da tarde, às 14h, uma mesa-redonda onde a coordenadora da ONG PATAC e representante da Coordenação Executiva da ASA Brasil e ASA Paraíba, Glória Batista de Araújo, participará da discussão sobre ‘Diálogos sobre as visões de futuro para o Semiárido Brasileiro’. A mesa dialogará com as sistematizações apresentadas pelos grupos de estudos.

Participarão do encontro: representantes da União Europeia, Concern Universal, Cunhã, INSA, ASA-PB e representantes de organizações locais (INSA, ASA, Projeto D. Hélder Câmara, CM8M, UFCG, UEPB Cooperativas Vinculus, Gajuc e Coopagel) que dialogam com as práticas no semiárido. 

20 de maio de 2014

Coletivo Cariri e Patac Ong realizaram oficina sobre produção, beneficiamento e armazenamento de forragem


Por Rodrigo Campos
Foto: Rodrigo Campos
No último sábado,  dia 17, na comunidade de Caiana, no município de Soledade -PB, foi realizada uma oficina teórico/ prática sobre produção, beneficiamento e armazenamento de forragem. Esse momento de formação foi articulado pela comissão municipal de Soledade, Sindicatos dos Trabalhadores Rurais (STRs) de  Soledade, Coletivo Cariri e Patac Ong 
O objetivo foi resgatar as ações relacionadas a estratégias de estocagem de forragem, contribuir para a troca de conhecimentos e experiências entre os agricultores e agricultoras, lideranças, além de partilhar e difundir para outras famílias e comunidades a prática de estocagem de alimentos para os animais, tanto no âmbito do município quanto da região.
Além das discussões e debates foi realizada uma prática sobre ensilagem e fenação demonstrando o "passo a passo" de como fazer e usar de forma correta essas estratégias de armazenar.
Durante a oficina cada agricultor colocou seu sentimento de poder participar de um momento tão importante, como disse o agricultor Lindoberto do município de Tenório "não tenho palavras para descrever a alegria que estou sentindo agora". Eles destacaram fortemente que experiências deste tipo, devem  ser partilhadas e semeadas para outras comunidades do Território e do Semiárido paraibano.

Edição: Simone Benevides

9 de maio de 2014

ASA-PB E INSA REÚNEM AGRICULTORES E TÉCNICOS PARA DISCUTIR REUSO DA ÁGUA

A manhã desta sexta-feira (09) reuniu na sede do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), agricultoras e agricultores, de vários territórios da Paraíba, que experimentam diversas formas de reuso de água servida em seus quintais, bem como técnicos das organizações e pesquisadores do Instituto, que socializaram as formas de captação e implementações tecnológicas que estão sendo desenvolvidas envolvendo o tema.

Os participantes tiveram a oportunidade de visitar um campo experimental desenvolvido pelo INSA para captação e reutilização da água para plantação de palma e de outras plantas nativas.


O objetivo desta iniciativa é promover uma sistemática de formação sobre o tema ‘Água Servida’  que ajudará a Rede Água da Articulação Semiárido Paraibano (ASA-PB) em parceria com o INSA,  expandir e implementar formas de reaproveitamento do recurso para incentivar a criação de políticas públicas nesta área. 

8 de maio de 2014

EVENTO DISCUTIRÁ REAPROVEITAMENTO DE ÁGUA SERVIDA NO SEMIÁRIDO PARAIBANO

Agricultora Maria, da comunidade Caiçarinha no Seridó.
Foto: Simone Benevides
Depois do longo período de estiagem enfrentado pelo Semiárido paraibano é importante a tomada de consciência dos setores responsáveis e da sociedade de modo geral, para desenvolver estratégias que possam tratar da reutilização da água, já que o recurso não é renovável.  
Na manhã desta sexta-feira (09), a partir das 8h,  no auditório do Instituto Nacional do Semiárido (INSA) haverá uma socialização de experiências sobre o  reaproveitamento da água servida.
No primeiro momento as famílias agricultoras de vários territórios da Paraíba irão apresentar suas experiências e desafios em torno desta temática,  e em seguida,  o pesquisador da área de recursos hídricos  do INSA, Salomão de Sousa Medeiros compartilhará os processos e resultados das pesquisas desenvolvidas pela à instituição sobre reuso de águas servidas.
Por fim, será realizado um debate onde serão tiradas dúvidas e serão feitos encaminhamentos, no intuito de aperfeiçoar a formação e as implementações de sistemas simplificados de manejo da água servida.

O evento está sendo promovido pela Rede Água da Articulação Semiárido Paraibano (ASA-PB) em parceria com o INSA. 

6 de maio de 2014

ORGANIZAÇÕES DA ARTICULAÇÃO SEMIÁRIDO PARAIBANO (ASA_PB) REALIZAM EVENTO DE PREPARAÇÃO PARA III ENA

O evento paraibano preparatório ao III Encontro Nacional de Agroecologia (III ENA) acontecerá nesta quarta-feira, dia 07, no Centro de Eventos Marista, em Lagoa Seca e contará com a presença de representantes das organizações que fazem parte da Articulação Semiárido Paraibano (Asa -PB) que representarão o estado no ENA.  O nacional ocorrerá entre os dias 16 e 19 de maio de 2014, na cidade de Juazeiro (BA) e terá a participação de 80 pessoas da Paraíba, sendo 56 agricultoras e agricultores, 24 técnicos e técnicas de organizações e movimentos sociais do estado.
A programação proposta para às 8h30 desta quarta-feira, é a realização de um Resgate Histórico da Construção da Agroecologia no Brasil e do atual contexto político (relação com o governo, avanço do agronegócio, surgimento da PNAPO, construção do III ENA), cujo tema será conduzido por Luciano Marçal da Silveira, coordenador da Asa -PB e da AS-PTA na Paraíba.
O segundo momento do evento tratará do Avanço e o Impacto do Agronegócio nos Territórios: Curimataú, Litoral e Alto Sertão (Várzea de Souza) e será coordenado por representantes dessas regiões.
A terceira parte, será de debate sobre  “A  Construção da Agroecologia nos territórios e as estratégias de resistência, o momento será enriquecido com a apresentação do território do Coletivo Regional das Organizações da Agricultura Familiar do Cariri, Curimataú e Seridó.
Em seguida, acontecerá um trabalho em grupo para discutir as seguintes questões: ‘Como cada território vem construindo o projeto da agricultura familiar camponesa e agroecológica e ‘O que é preciso fazer para fortalecer as estratégias de resistência nos territórios?
Por fim, será apresentada a Programação do III ENA e o encerramento se dará com a ‘Síntese da Expressão da Agroecologia no Estado da Paraíba’ (a partir das questões levantadas no trabalho dos grupos), a coordenação desse momento será feita pelo professor M.Sc. Francisco Nogueira, do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Campus Sousa.
Evento Nacional - O III Encontro Nacional de Agroecologia (III ENA) ocorrerá entre os dias 16 e 19 de maio de 2014 no campus da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), localizado na cidade de Juazeiro, Bahia. Reunirá 2.000 pessoas de todos os estados do Brasil e diretamente envolvidas na construção da agroecologia, sendo 70% agricultores familiares, camponeses, povos e comunidades tradicionais e pelo menos 50% mulheres. A participação da juventude será estimulada.
 O III ENA é promovido pela Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), uma rede nacional composta por organizações, redes regionais e movimentos sociais de abrangência nacional e regional. Ancorada no princípio da “unidade na diversidade”, a ANA tem como objetivo construir convergências políticas e uma expressão pública unitária em torno a um projeto de transformação do mundo rural brasileiro fundado na defesa da agricultura familiar camponesa e dos povos e comunidades tradicionais em suas múltiplas expressões e identidades. 
O III ENA tem como objetivo central aumentar a coesão política e a expressão pública do campo agroecológico brasileiro. Para tanto, está organizado para dar respostas à seguinte questão: “Por que interessa à sociedade apoiar a agroecologia?” Exemplos concretos previamente sistematizados por participantes do III ENA em suas regiões de origem serão a base para o debate em torno dessa questão.